Étiquettes

, , , , , ,

Giverny, uma village perto de Paris que abrigou Claude Monet – um dos mestres do Impressionismo –, entre os anos 1883 a 1926. Visitar a casa de Monet e seu jardim (Fundação Monet) é fazer uma viagem no tempo e entrar no universo do artista, ele viveu nesta casa por 43 anos de sua vida, está tudo lá: quadros pintados na época por ele, a sua coleção de estampas japonesas, as várias panelas em cobre na cozinha, as louças e muito mais.

Além de visitar a casa do pintor, o passeio encantado é ao jardim de Monet. Ele representa ao vivo os quadros do mestre do impressionismo. Monet se dedicava a jardinagem, dizia que o seu jardim era a sua maior obra (de arte) e este, foi fonte de diversas inspirações para as suas pinturas. Sobretudo as ninfeias, que ele pintou à exaustão.

Em Giverny você visita a Fundação Monet, o Museu Impressionista e a igreja da cidade com o cemitério, onde repousa Monet. Na cidade também existe pequenos atelies, onde pintores desenvolvem sua arte impressionista.

Por fim, reserve um tempo para caminhar pela cidade de Vernon, que também vale a pena.

Como chegar
O mais fácil é ir de trem: sai da estação Saint Lazare, passagem-trajeto: Paris/Rouen (26 euros, ida e volta). Desce em Vernon. A distancia entre Vernon e Giverny é de 5 km. Aí você escolhe: pegar um ônibus que sai à cada 15 minutos de Vernon para Giverny (4 euros, ida e volta); alugar uma bicicleta na estação ou colocar o pé na estrada.